terça-feira, 16 de março de 2010

Estações, Concepções, Realizações...

Lugares, momentos, circunstâncias.
a encarecida ausência que afaga o meu alento.
sinônimos de ombridade, longevidade de semelhanças
acesas por vagalumes, em campos verdejantes.


Tesouros em noites de euforia, fortunas em trilhas de monteiro.
buscar-me vais e ao longe levais essa inconstância de sinestesias,
anexadas aos paralelos do realizado.


A morte se deu por fim do congruente, entrelaçado ao fio
de água da semente do canto do ar e das auroras da minha alma.


A ressurreição se da por morte inexistente e conflito,
eminente de doação existêncial, de afeto e percepção de
reciprocidade.


Sentidos aguçados, artigos pré armados, pra não mais esmorecer,
fortaleza é minha alma, que não me fez padecer.
ansioso abriga e me conforta até um outro sol nascer.


Aqueçe minha vida, alenta meu suspiro, esvanece meu ser sofrer.


Por Jacqueline Lemos

Nenhum comentário:

Postar um comentário