domingo, 25 de julho de 2010

Areia e Mar

Eu quero te molhar, eu quero te inundar...
Bonita é esta areia que banho com meu mar...
Eu te sinto, você me toca, e juntos vamos
navegando ao luar...


Tão perto, Tão longe...
O importante é te amar,
Te amando entre tanto,
eu consigo eternizar esse vasto oceano,
pra mais longe poder nadar...


E nadando eu percebo que não consigo
me afogar, pois na areia é meu sossego,
Minha areia eu sou teu mar...


Sempre junto, sempre perto
e pela eternidade, vamos ficar.


Por Jacqueline Lemos

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Procura-se Sapo Encantado

Espera-se da vida o que a vida não pode nos dar,
Sonha-se sonhos, e nem sai a fora a procurar,
Desejam-se desejos que nem ao menos irão se realizar.

Uma coisa almeja-se conquistar, tantos desejos
quantos puder contar.
vive-se a vida, e vive agora, querendo que a vida não se vá.

Nem se pode ir embora, sem antes projetos terminar.
Fica aqui, vamos planejar.
Porque agora um lindo sapo quer-se amar, cuidar e encantar.

Outrora um belo príncipe tornará, espera-se assim sucederá.


Por Jacqueline

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Ausência Indesejada

♥Você foi embora, mas não quis se despedir...
Me deixou e agora, nem consigo decidir...
Se fico ou se tentarei não mais fingir...

Tua ausência me apavora,
Já não posso mais mentir,

Der-repente, você vai voltar,
Der-repente ao meu lado é o seu lugar...

Uma coisa é certa, está ausência não
Planejada, nem pode continuar...

Ou você volta, ou alguém toma o teu lugar. ♥


Por Jacqueline Lemos

domingo, 18 de julho de 2010

Eu não sabia...

♥Eu não sabia, que ganharia mais cores e acenderia o meu dia...
Eu não sabia, que sentira as flores e viveria a alegria...
Eu não Sabia, que quando ouvisse teu nome esmoreceria...

Agora Sei que quando o amor acontece,
tudo se renova, e a noite se engrandece...
Quando o amor acontece, agente vira anjo
cria assas, flutua sem stress...
Quando o amor acontece,
Agente simplesmente esquece, de tudo que agente
sabia antes de o amor acontecer...

Eu não sabia... agora sei,
 amo você ♥

Por Jacqueline Lemos

sábado, 17 de julho de 2010

Sementes

Agente planta árvores, mas agente nunca espera para velas crescer...
Agente colhe frutos, mas eles nunca são bons o suficiente antes de amadurecer...
Enquanto maduros, atraentes... se já aprodeceram não servem mais pra agente,


Agente vê quando a folha cai, mas nunca se lembra de ir la fora recolher...
Agente vê quando o tempo se vai, por que a cada estação a planta pode florescer,
Mas se o tempo parasse, tudo iria padecer, se a flor murchasse, murcharia essa alegria de viver...


Quando agente joga fora os caroços, agente nunca lembra que eles podem germinar e crescer...
Mas quando eles brotam em terra molhada, crescem bonitos, fortalecidos, firmes sem medo de esverdecer...


Eu fui um desses caroços, fui uma dessas sementes,  ... outrora jogada, lançada, germinada...
Hoje brota, enraizada, firme e persistente...


A chuva me Molha, o Sol me aquece, a brisa do vento me embriaga, o som do tempo me entristece
Eu quero de volta o meu semeador, volta pra minha flora, volta pra minha cor.


Por Jacqueline Lemos

sexta-feira, 16 de julho de 2010

O Não Pensar

Quando muito penso, eu bem não penso que o pensar em demasia me mal faz. 

Eu sempre penso, quando em paz eu penso,
Alegria tu me apraz.

Sem pensar intento, que o melhor momento é quando se pensa em não pensar...
Sem raiz de pensamento, sem ar de entendimento, algo a brisa consigo traz.

Quer pensando, quer amando, quer buscando ou indagando...
Não pensar melhor me faz...

      Sem pensar eu vou andando, sem ressentimento,
           sem engano, pois não penso, 
logo mal não faz.

                                                                       Por Jacqueline Lemos

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Ama-Me


Ama-me como se o dia não fosse terminar,
Ama-me como se seu ultimo suspiro fosse eu te abraçar,
Ama-me como se não houvesse deserto,
Como se o incerto fosse o certo.


Ama-me pois sou teu amigo,
preciso de carinho, preciso de abrigo,
Ama-me, faz a minha alma iluminar,
Ama-me pois também preciso te amar.


Ama-me eu quero poder te eternizar,
lindas histórias na memória poder guardar,
Ama-me faz para mim um elo de amor para não mais quebrar.
Ama-me como se fosse necessário esse amor
Para poder o sol raiar

Por Jacqueline Lemos

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Folha Seca, Mente Seca


Eu ainda me lembro, ainda me lembro de quando chovia...
Eu ainda me lembro, ainda me lembro que houve alegria...
As folhas eram verdes, o orvalho escorria,
O fruto era doce, nunca amargo se fazia...
Mas ainda me lembro, me lembro de quando o sol nascia,
Eu ainda me lembro, de quando todas as rosas adormeciam,
Mas elas continham cores, tantas, tantas cores, onde
se achava ousadia...
Mas eu bem não lembro, de quando parou de chover,
Nem de quando parou de viver, a cor intensa em meu ser...
Eu queria lembrar, mas na sequidão de minha mente,
Mal posso me encontrar.
A folha cai, la fora cai... Quero mais chuva,
quero mais cores, antes que o tempo se vá, e
não posso mais voltar.

Por Jacqueline Lemos

domingo, 11 de julho de 2010

Solidão




Eu nasci sozinho, mas sozinho não posso viver,
Eu cresci sozinho, mas sozinho não sou com você,
A solidão é triste, enfraquece minha alma,
deixa meu sorriso impotente.
A solidão é carente, necessita de calma,
mas deixa o rosto descontente.
Queria não mais ser sozinho, queria demais
ter o carinho daquele que conseguiu me cativar.
Queria dizer alegre-mente, andar com brilho
nos olhos bem contente, olha... é muito
bom contigo estar.
Coração choroso, coração medroso...
Coração que definitivamente, sozinho
não pode ficar.


Por Jacqueline Lemos

sábado, 10 de julho de 2010

Não mais...



Brinquei de ser feliz, brinquei de amar você,
brinquei e fui alegre, mas também pude sofrer,
Brinquei, brinquei, me machuquei, mas eu brinquei,
...de coração alegre, fui la longe e ate cheguei...
Vinguei a Minha dor, vinguei o meu sofrer,
tive medo, mas brinquei, te fiz sofrer...
Não chore, eu não choro mais, não se
Desespere, eu não volto atrás,
Pensei que amei você, mas brinquei de te querer,
brinquei, brinquei, eu nunca te amei,
brinquei, brinquei, so carência sim bem sei...
È pena que você brincou, é só pena eu também,
brinquei, agente nem se ama, mas eu bem que tentei,
mas eu so brinquei, brinquei, te enganei.

Por Jacqueline Lemos