domingo, 15 de agosto de 2010

Planos...

Fiz muitos planos,
todos foram frustrados...


Eu planejei, tocar seu rosto,
Sentir sua pele...


Planejei sentir teu calor, sentir teu abraço...


Ter você ao meu lado pela eternidade,
isso também foi planejado.


O que eu nunca planejei....


Foi me evadir em seu beijo...
Permanecer no desejo de te abraçar,


Nunca planejei sentir saudade...
e que a minha felicidade seria teu olhar cruzar.


Eu nunca fiz estes planos...


E dentre os planos que eu nunca fiz, o maior
de todos eles foi eu te amar...


Nunca, nunca mesmo...
não fui planejar...


Por Jacqueline Lemos

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Já não consigo disfarçar

Ah todo mundo nota, todo mundo vai notar...
Se eu penso em você, logo vem aquele brilho no olhar...
Todo mundo vai notar, já não sei disfarçar...


Tento me iludir, tento me enganar,
Já não posso fugir desse vício de te amar...
Tento me iludir, tento me enganar,
Nem consigo disfarçar.


Todo mundo nota, todo mundo vai notar...
Quando eu vejo você, ah... aquele brilho no olhar,
Já não consigo disfarçar.


Por Jacqueline Lemos 

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Sinestesia de Você


Um reflexo... você
Um sonho... Você
Um desejo... você


Já não compreendo o porque...


Todas as respostas me levam a perceber,
Que todas as perguntar me levam ate você,


Tudo nessa vida apenas me faz entender,


Você é a magia que encanta tudo o que eu quero dizer.


Por Jacqueline Lemos

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Já faz tempo

Já faz tempo que ouvi as batidas de um coração...
Já faz tempo que chorava ao ouvir aquela canção...
A já faz tempo... Já faz um tempo grande e bom.


Naquele tempo, foi tão grande a emoção,
Naquele tempo saltitou meu coração,
Mas já faz tempo, já faz um tempo grande e bom.


As vezes da uma saudade daquele tempo,
As vezes da uma saudade...
Mas já faz tempo...


Naquele tempo eu ouvi as batidas do seu coração,
Naquele tempo foi intensa tal emoção...
Pena que já faz tempo, um grande e bom tempo.


É só pena, que este tempo não voltou, é só pena,
Não é amor... faz tempo...


Por Jacqueline Lemos

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Desnecessário

Já não sei o sentido da solidão...
Já não sei o sentido dessa doação,
Já não sei o sentido da saudade,


Quero mesmo alguém que me enlace,
Quero mesmo alguém que me abrace,
Quero mesmo alguém...


Meu alguém não está aqui...
Meu alguém custa muito a se apresentar,
Imploro por este alguém...


Venha logo em meu abraço pousar...
Venha, eu anseio pela sua presença,
Anseio por te amar...


Venha meu alguém,
Não demore, não custe mais a chegar...


Por Jacqueline Lemos

domingo, 8 de agosto de 2010

Sombras

Me perco em sombras, me perco em vestígios...
Me perco em rastros de quem um dia pensei amar...
Me perco em mim mesmo, nem posso hesitar,


Tudo tão escuro, mal posso enxergar...
Me perco em rastros de um olhar...
Me perco no pecado de desejar,


Me perco em ser humano,
Me perco em confiar,
Me perco, me perco, querendo me encontrar...


Eu só me perco, me perco...
Mal posso me achar...
Eu só me perco, me perco...


Me perco nestes olhos...
Olhos que nunca, jamais deixei de olhar.
Você me enganou, eu soube me vingar.


Me perco em sombras,
que a luz vai dissipar.


Por Jacqueline Lemos

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Não importa...


Hoje eu não vi o teu rosto, nem ouvi tua voz...
Não importa, dos meus sonhos você não foi embora jamais.
Hoje eu acordei e senti frio, vi o meu quarto vazio...
Não importa, quando você me abraçar todo esse frio vai passar.
Hoje eu entendi que era necessário sofrer, pra te compreender...
Não importa, amanhã vamos rir disso tudo e vamos viver.
Hoje eu percebo que o destino a ti me entregou, Deus me abençoou...
Não importa, se alguém vier me confundir estou seguro, 
Já tenho as respostas, não vou desistir.
Nada mais importa, a não ser você pra mim e eu pra você.
Nada mais importa, Deus me deu você.
Deus me deu essa alegria de viver.


Te amo  ♥


Por Jacqueline Lemos

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Egoismo em Aceitação

Já não suporto a dependência de você...
Já não suporto esse vício de viver...
Já não suporto esse desejo...


Teu brilho no olho...
A tua excitação...
Me deixa louca de vontade,
de viver essa emoção...


Já não suporto a tua mente confusa,
Já não suporto tua infantil-idade ...
Sabe que me deseja, sabe que me almeja,
Mas é tão egoísta que não quer viver essa verdade.


Sabe que posso te aprisionar na maneira de me amar,
sabe que já esta a caminho de se apaixonar...
Não suporta a idéia de me amar.
Não suporta a idéia de me necessitar.


você vai me pagar.


Por Jacqueline Lemos

domingo, 1 de agosto de 2010

Nem era Você...

Acordando de um sono profundo, eu pude recordar, que toda aquela cinestesia
de viver, havia de passar...
Que todo encantamento, era flexível, e todo misticismo veio a erupção...
Todo Desejo reprimido, estava fora de cogitação.

Acordado eu percebo, que sonhos agente sonha todo dia...
Que desejos, trazem tristeza muitas vezes, e em algumas delas alegrias...
Que felicidade é eterna, mas sofrimento é opcional.

Monotonia é coisa de gente que esta fora de sua própria sintonia.
Melancolia é coisa de gente, fria e sombria...

Eu sou mais amor próprio, em minha ousadia.
Eu sou mais eu, porque você... você foi embora junto com a ventania.
Temporadas de Mistérios, Temporadas de Alegrias,
Temporadas de Novidade e Ousadia.

Por Jacqueline Lemos