terça-feira, 10 de agosto de 2010

Desnecessário

Já não sei o sentido da solidão...
Já não sei o sentido dessa doação,
Já não sei o sentido da saudade,


Quero mesmo alguém que me enlace,
Quero mesmo alguém que me abrace,
Quero mesmo alguém...


Meu alguém não está aqui...
Meu alguém custa muito a se apresentar,
Imploro por este alguém...


Venha logo em meu abraço pousar...
Venha, eu anseio pela sua presença,
Anseio por te amar...


Venha meu alguém,
Não demore, não custe mais a chegar...


Por Jacqueline Lemos

Nenhum comentário:

Postar um comentário