segunda-feira, 16 de julho de 2012

É amor


E tudo que eu sou, tudo que restou foi amor...
Ainda bem, é sim amor...
Você ai e eu aqui, a gente por ai...
Ainda é amor.

Meu interesse, seu interesse...
Ainda é amor.

Que diferença faz se eu falo, se eu calo...
Mas ao indagar pela minha voz, eu sei... é amor.

Dai você para e ouve minha voz, você precisava escutar...
É amor, ele nunca acabou... só parou de caminhar.

E todas as vezes que meus olhos procuram os teus, eles encontram...
Ha eu te amo tanto meu amor.

E ainda que minha boca não encontre mais a tua,
A minha alma esta entregue em tuas mãos, 
Eu te dei algo raro, te dei meu coração.

Por: Jacqueline Lemos

Nenhum comentário:

Postar um comentário